BALANÇO DE FRANQUIAS EM 2016 MOSTRA CRESCIMENTO DO SETOR

crescimento setor franquias

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Crescimento acima das projeções da ABF e do PIB reforça a ideia de que o franchising é economicamente confiável

A Associação Brasileira de Franchising divulgou os resultados consolidados do setor no ano de 2016, que culminaram em um crescimento de 8,3% na receita em relação a 2015, um pouco acima da projeção feita pela entidade que apontou um índice de crescimento na faixa de 6% a 8%.

Com isso, o faturamento do setor foi de R$ 139,593 bilhões para R$ 151,247 bilhões. A expansão também aconteceu em número de unidades franqueadas, em 2016 o número de unidades em operação no país totalizou 142.593, uma expansão de 3,1% frente a 2015, quando foram registrados 138.343 pontos de venda (PDVs).

A taxa de mortalidade no ano foi de 5,1%. “Com a retração do PIB e do consumo de forma geral, houve um aumento desse indicador dentro da margem esperada. Além de estar sempre alerta, este é o momento que o empreendedor deve estar próximo à operação e ao franqueador para realizar as ações necessárias com agilidade”, explica Claudio Tieghi, diretor de inteligência de mercado da ABF.

O Brasil manteve o 4º lugar entre os países com maior número de redes de franquia, de acordo com o World Franchise Council. O ranking é liderado pela China, seguida de Coréia do Sul e Estados Unidos:

A mesma posição do Brasil, o 6º lugar, foi mantida na lista das nações com maior número de unidades de franquia em todo o mundo. A liderança, no entanto, é dos Estados Unidos, em 2º lugar está a China e em 3º, o Japão.

Interiorização

A maior capilaridade das redes para cidades menores, fora dos grandes centros urbanos, deverá se manter nos próximos anos. A busca das redes por novos mercados, os custos mais baixos e o desejo dos consumidores em ter acesso a marcas conhecidas e a seus produtos e serviços são fatores que contribuem para esse movimento.”

Nas grandes cidades, a estratégia de expansão também tem avançado para bairros mais distantes dos centros urbanos, por meio de outros formatos de operação. A pesquisa revelou, ainda, a evidência da interiorização, dado que Campinas é a única cidade que não é capital na seleta lista das dez cidades com maior número de unidades no país, com índice de participação de 1,6% na distribuição de unidades entre 2015 e 2016.

Internacionalização de franquias brasileiras

Atualmente 138 marcas nacionais operam em 61 países: 130 possuem unidades e 12 são exportadoras (8 apenas exportam e 4 também possuem unidades lá fora), enviando seus produtos para 80 destinos em todo o mundo. Em 2015, eram 134 redes presentes em 60 nações.

No ano passado, 14 novos países passaram a contar com operações de redes brasileiras: Antígua e Barbuda, Congo, Dominica, Granada, Ilhas Virgens Britânicas, Índia, Israel, Jamaica, Jordânia, Marrocos, São Cristóvão e Neves, Suriname, Tailândia e Turquia. Além disso, 11 marcas brasileiras se internacionalizaram: Acaí Concept, Arquivar – Gestão de Documentos, Colchão Inteligente – Postural, Fast Acaí, Guia-se Negócios pela Internet, Limpidus, Nutty Bavarian, Ronaldo Academy, Sergios, Socila e UPTIME – Comunicação em Inglês.

Para o diretor de inteligência de mercado, “a maior profissionalização, o aumento da competitividade entre as empresas, com a vinda de redes estrangeiras para o Brasil, também têm contribuído para a expansão internacional das marcas brasileiras. E o que podemos observar também é que há certa mudança na cultura exportadora do Brasil, um país que por ter um mercado interno muito grande somente há poucas décadas começou a mirar o exterior”.

Os Estados Unidos continuam liderando a lista dos países com maior número de operações de franquias brasileiras (49). Em segundo lugar está o Paraguai (29) e Portugal (26) em terceiro. Os segmentos mais internacionalizados do franchising brasileiro são Moda, com 27,5% de participação, seguido de Alimentação (15,9%) e Saúde, Beleza e Bem-Estar (14,5%).

Fonte: SuaFranquia.Com

Insira seu e-mail para receber nossos artigos

Alerta sobre DECORE

Conforme amplamente divulgado pelo Conselho Federal de Contabilidade, quadrilhas especializadas tem oferecido crédito e indicando uma pessoa que supostamente trabalha em uma contabilidade para emitir a DECORE. O Grupo Attentive alerta que não fornece DECORE a não clientes e adverte que ninguém está autorizado a oferecer ou fornecer tal declaração em nome do grupo, não se
responsabilizando por qualquer prejuízo. Em caso de
dúvida, solicitamos que entre em contato conosco
por nossos canais oficiais de atendimento.