Controle financeiro para Pet Shop: 7 dicas para sua elaboração bem sucedida!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Quando não se faz o controle financeiro empresarial de uma forma adequada, o empresário corre sérios riscos, podendo enfrentar consequências nada agradáveis na hora de honrar seus compromissos.

No caso de um pet shop, o controle financeiro deve ser o mesmo que em qualquer outro ramo de atividade, tendo a mesma importância de uma grande indústria ou de um supermercado, por exemplo. O controle financeiro é o principal pilar para que uma empresa possa oferecer bons resultados.

Desde a abertura de um pet shop, o empresário deve manter o controle financeiro da empresa, principalmente porque, no início do empreendimento, sabe-se que o lucro pode não chegar tão rapidamente, existindo o tempo necessário para pagar todo o investimento feito. Com um bom controle sobre as finanças, o empresário evita cometer erros e começa fazendo uma boa gestão.

O controle financeiro vai permitir que o empresário tenha a visão global de seu pet shop e das perspectivas futuras para o seu negócio, gerando informações para que cada passo e decisão tomada pela administração possa apresentar segurança e confiança. Para isso, o empresário deve contar com ajuda especializada, de profissionais que tenham conhecimento da legislação e que possam apoiá-lo para a tomada de decisões, como por exemplo, contar com uma assessoria especializada em contabilidade para pet shop, por exemplo.

Separamos algumas recomendações para que você, empresário e dono de um pet shop, consiga manter o seu controle financeiro em ordem, oferecendo melhores condições de conduzir sua gestão administrativa:

      1-Conhecer bem os produtos com que trabalha

Como proprietário, você deve conhecer cada produto disponível em seu pet shop, saber onde está armazenado, para que serve e como funciona. O conhecimento dos produtos irá ajudar no atendimento, trazendo maior confiança para o relacionamento com os clientes, podendo apresentar produtos que sejam eficientes para cada problema ou necessidade apresentada e, assim, tendo condições de selecionar produtos com maior qualidade para seu público-alvo.

      2-Manter o controle do fluxo de caixa

No pet shop, todas as entradas e saídas de dinheiro devem ser registradas, dentro de um processo que possa controlar toda a parte financeira bem como dos itens disponíveis para venda. Mantendo o fluxo de caixa atualizado, o empresário terá informações detalhadas e em tempo real do saldo de dinheiro em caixa e do saldo disponível em banco, bem como das contas a pagar e a receber, ajudando no monitoramento do estoque e permitindo melhor aplicação do seu capital. Para um bom controle financeiro, um sistema de gestão informatizado é essencial, contribuindo para que o empresário possa acompanhar o ciclo financeiro dos seus produtos e garantindo o capital de giro exigido para que a empresa continue em atividade.

No sistema de gestão é possível controlar todos os itens de estoque, oferecendo também a certeza de um bom atendimento e mostrando organização na gestão do negócio.

     3-Ter atenção ao prazo de validade dos produtos

O pet shop apresenta um problema comum a qualquer estabelecimento que comercialize alimentos e outros produtos perecíveis: o prazo de validade dos produtos. O empresário, dentro do seu controle financeiro, deve ficar atento às mercadorias que está colocando à venda, evitando que produtos perecíveis percam o prazo de validade. Além de oferecer riscos à aplicação, produtos com prazo de validade vencidos são passíveis de multa, que podem trazer grandes prejuízos financeiros ao caixa do pet shop.

     4-Criar campanhas para motivar os clientes

O pet shop, para garantir a conquista de novos clientes e oferecer melhores condições de lucratividade, deve fazer sempre promoções que sejam atrativas. As promoções, muitas vezes, funcionam melhor do que verbas investidas aleatoriamente em publicidade. A oferta de preços mais competitivos certamente irá render indicação de clientes para outros donos de animais, no velho estilo de propaganda boca a boca, que nunca sai de moda. Use e abuse das redes sociais para promover seu pet shop e garanta maior movimento para sua empresa.

     5-Negociar com fornecedores

A negociação com os fornecedores deve ser constante, mantendo um bom relacionamento para facilitar a oferta de novos produtos e garantir maior movimentação financeira no caixa do pet shop. Centralizando a compra com bons fornecedores e trazendo produtos que sejam eficientes para seus clientes, o proprietário do pet shop poderá ter maior confiança no futuro do seu empreendimento.

O estoque deve ser objeto de maiores cuidados, quando se fala em controle financeiro, já que é ali que está uma boa parte do capital de giro da empresa. Ao manter um bom relacionamento com os fornecedores, é possível garantir maiores prazos para pagamento e descontos para a compra de determinados produtos, que serão o alvo das promoções oferecidas pelo pet shop aos clientes.

    6-Manter o valor do estoque atualizado

O controle financeiro precisa ser feito com relação ao estoque do pet shop, com valores atualizados, para que o empresário tenha noção do valor do capital de giro nele empatado. Controlar o estoque significa estabelecer meios de rápido giro, comprando as quantidades necessárias de cada produto e evitando que permaneçam por mais tempo do que o exigido para a movimentação do capital.

   7-Contrate uma contabilidade especializada

Sabemos que existem excelentes escritórios de contabilidade e que os contadores se esmeram no atendimento aos seus clientes, procurando garantir o melhor controle financeiro e as mais fáceis metodologias para a gestão administrativa.

O grande segredo para o dono de um pet shop é contratar um escritório especializado em seu ramo de atividade (contabilidade para pet shop). Cada empresa possui características únicas e cada ramo de atividade é diferente do outro, exigindo os cuidados para escolha do melhor regime de tributação e a melhor forma de manter o controle financeiro atualizado. Com um contador que conheça sua atividade, o empresário de pet shop terá mais confiança em administrar o seu empreendimento com uma maior tranquilidade e a certeza de que seu empreendimento terá o crescimento esperado.

Se você tiver dúvidas sobre como fazer o controle financeiro para seu pet shop e consequentemente aumentar a lucratividade do negócio, Entre em contato conosco. Teremos um imenso prazer em ajudá-lo!

Se preferir Comente este post. sua opinião é muito importante para nós!

Até a próxima!

Bônus:

attentive (bonus)

 

Insira seu e-mail para receber nossos artigos

Alerta sobre DECORE

Conforme amplamente divulgado pelo Conselho Federal de Contabilidade, quadrilhas especializadas tem oferecido crédito e indicando uma pessoa que supostamente trabalha em uma contabilidade para emitir a DECORE. O Grupo Attentive alerta que não fornece DECORE a não clientes e adverte que ninguém está autorizado a oferecer ou fornecer tal declaração em nome do grupo, não se
responsabilizando por qualquer prejuízo. Em caso de
dúvida, solicitamos que entre em contato conosco
por nossos canais oficiais de atendimento.