Contabilidade Para Franquias

Contabilidade para Franquias

Contar com profissionais especializados em seu nicho de atuação pode ser o grande diferencial para sua franquia crescer!

A administração de uma franquia não é feita da mesma forma que qualquer outro tipo de empresa. No seu funcionamento, o empresário deve dar a atenção necessária às áreas contábil e fiscal para que as regras do contrato sejam cumpridas e para que os diversos encargos sejam devidamente pagos. Portanto, a contabilidade para franquias deve ser de responsabilidade de profissionais capacitados para sua execução.

Na contabilidade para franquias é fundamental entender o funcionamento da empresa, as exigências da franqueadora e fazer a correta administração da empresa, mesmo porque não se trata de uma empresa totalmente independente, exigindo maior organização e ciência de sua posição financeira exata em todos os momentos.

O franqueador, já mais experiente, sabe da importância da contabilidade para franquias para o gerenciamento das empresas franqueadas de forma eficaz, procurando obter a rentabilidade esperada. Para o franqueado, essa consciência deve ser a mesma, procurando um parceiro contábil que tenha conhecimentos das regras e normas fiscais e contábeis, buscando minimizar os riscos de autuações fiscais e evitando ter que responder ao fisco sobre qualquer irregularidade.

Contabilidade para franquias: terceirizar é o melhor caminho

A melhor recomendação para o franqueado é terceirizar a contabilidade para franquias para um escritório de confiança, que tenha experiência no segmento. A franqueada precisa cumprir a legislação contábil e fiscal de acordo com as regras que regem o setor, implantando um sistema de contabilidade que permita levantar a qualquer momento a situação da empresa, podendo oferecer as informações necessárias para o fisco e dando condições ao franqueado para tomar as decisões mais assertivas.

O franqueado, mais do que qualquer outro empresário, deve procurar sempre maior rentabilidade, administrando eficientemente sua empresa, superando todos os desafios e suplantando a concorrência. Enxergar a contabilidade para franquias como um recurso para sua gestão é reduzir os desafios, criando melhores condições de desenvolvimento e podendo operacionalizar melhor seu empreendimento.

A boa sintonia entre o franqueado e o contador são parte fundamental para o sucesso do negócio, exigindo, portanto, profissionais que tenham atenção com relação às peculiaridades do segmento.

A contabilidade para franquias é bastante específica. Os mínimos deslizes podem resultar em autuações fiscais para o franqueado, o que, evidentemente, cria sério problemas na gestão da empresa.

A franquia apresenta aspectos contábeis diferentes de empresas tradicionais, levando a bandeira de uma marca já bastante conhecida, devendo, assim, além de cumprir com a administração da empresa, também cumprir com suas obrigações com a franqueadora.

Como funciona a contabilidade para franquias

A contabilidade para franquias deve atender a alguns detalhes importantes, diferentemente das empresas tradicionais. Vamos conhecer um pouco mais sobre esses detalhes:

Formas de contabilização nas franquias

As formas de contabilização na contabilidade para franquias irão depender do contrato entre o franqueador e o franqueado. Quando o empresário compra a franquia e o faz por prazo indeterminado, essa compra é considerada um investimento no ativo permanente da empresa, classificada como fundo de comércio, que tanto pode ser comprado à vista ou a prazo.

No caso de uma compra da franquia a prazo, a contabilização deve ser feita no passivo circulante ou no exigível de longo prazo, situação em que o vencimento é determinado a partir de um ano depois do balanço patrimonial. Caso haja a finalidade de incorporação, de fusão, de cisão, de liquidação ou de extinção no levantamento de balanços intermediários, o critério deve ser o mesmo.

Valorização nas franquias

Nas subcontas de investimentos do ativo permanente, a franquia não obrigatoriamente deverá sempre se valorizar. A contabilidade para franquias deve atualizar monetariamente o valor do investimento atendendo o que está disposto nos princípios fundamentais da contabilidade, podendo sofrer reavaliação no caso de valor de mercado superior ao valor contábil depois da atualização monetária.

Caso a franquia tenha sido comprada por prazo determinado, situação que não é impossível, o saldo pode ser pago de uma única vez ou em parcelas, devendo ser contabilizado no ativo imobilizado ou no ativo diferido, exigindo a devida amortização e depreciação no período estabelecido pelo contrato. O ativo imobilizado deve ter contabilizadas as franquias que podem ser repassadas adiante, considerando as respectivas depreciação e reavaliação ao longo do tempo.

Em franquias que não podem ser passadas adiante, a contabilidade para franquias deve manter o registro no ativo diferido, amortizando durante o tempo de exploração.

Participação nos lucros nas franquias

O ativo permanente possui um subgrupo de investimentos para contabilizar a participação nos lucros ou no faturamento mensal da franquia, quando concedida por prazo indeterminado.

No caso de contratos por prazo determinado, o valor inicial pago deve constar no ativo imobilizado, com a depreciação ao longo do tempo de vigência do contrato de franquia.

A participação do franqueador nos lucros deve ser contabilizada como despesas pelo regime de competência, mesmo se os valores não são pagos de imediato.

Imposto de Renda nas franquias

As franquias devem contabilizar todas as despesas que foram dedutíveis para o Imposto de Renda, com a contrapartida dos lançamentos de receitas da empresa para obter o resultado final. A contabilidade para franquias deve ser acompanhada de um planejamento tributário, no caso de a empresa participar do capital da licenciada.

Quando não há participação na empresa franqueadora, a receita irá integrar o lucro real ou presumido sujeito à tributação.

Mantendo a legalidade na contabilidade para franquias

Como podemos observar, a contabilidade para franquias possui aspectos bem diferentes de outras empresas, devendo cumprir com as responsabilidades previstas em contratos, além de todas as obrigações pertinentes à sua atividade comercial ou de prestação de serviços.

Portanto, para que a contabilidade para franquias atenda a legalidade, o franqueado deve se valer de profissionais capacitados, com conhecimento no segmento, garantindo o sucesso de sua empresa.

Quando foi que você, dono de uma franquia, parou para analisar a importância de ter ao seu lado profissionais especializados em contabilidade para franquias? Você acha importante contar com profissionais que conhecem a fundo o seu mercado em todos os aspectos? Deixe nos comentários!

Sucesso!

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Attentive Contabilidade? Somos especialistas no seu negócio e poderemos ajudá-lo. Será um prazer conversar com você!

Siga-nos nas Redes Socias:

Facebook: @attentivecontabilidade

Linkedin: Attentive-Contabilidade/

Instagram: Attentivecontabilidade/

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *