Por que escolher a metodologia ágil em vez dos modelos tradicionais para o seu negócio?

Compartilhe

Por que escolher a metodologia ágil na gestão de projetos? Não restam dúvidas, desenvolver um novo produto e apresentá-lo ao mercado não é um passeio no parque. 

É preciso construir uma estratégia, preparar a execução, monitorar todo o trabalho e realizar testes finais.

No entanto, no mundo acelerado que vivemos hoje, é praticamente impossível planejar tudo com base no modelo de gestão tradicional. 

Com o uso de modelos tradicionais, as empresas correm o risco de atrasar suas entregas, podem deixar clientes insatisfeitos, sofrer prejuízos e tornar seu negócio menos competitivo no mercado.

Sendo assim, é aqui que o conceito de “ágil” entra em cena, introduzido em 1986 por Hirotaka Takeuchi e Ikujiro Nonaka, o modelo ágil, ganhou maior popularidade após a crise financeira de 2008, mas ainda hoje, é uma nova abordagem para muitas organizações.

O que é metodologia ágil?

O termo ágil representa mobilidade e reflete a capacidade das organizações de avançar rapidamente em direção aos seus objetivos e a conclusão de projetos.

Ao contrário do tradicional, o gerenciamento ágil é de natureza não linear o que permite que diferentes etapas de um mesmo projeto sejam executadas em paralelo, otimizando o tempo para conclusão de cada objetivo e projeto.

Inicialmente, o gerenciamento ágil de projetos começou a ser utilizado na indústria de softwares, mas nos últimos tempos, começou a ser implementado com sucesso em outros setores como arquitetura, serviços financeiros, marketing, etc.

O que é metodologia tradicional?

O gerenciamento de projetos tradicional se concentra na abordagem linear. No mundo ágil, esta abordagem de gerenciamento de projetos é popularmente conhecida como “abordagem em cascata”.

No método tradicional, todas as fases do projeto são concluídas em ordem sequencial, em uma abordagem rígida de cima para baixo que contém estágios fixos.

Ao contrário do ágil, o gerenciamento de projeto tradicional planeja tudo com antecedência e, portanto, não oferece espaço para incrementos e mudanças de rota ao longo do percurso.

Nessa abordagem, os requisitos são fixos e o orçamento e prazos são acordados com antecedência, o que pode parecer positivo, no entanto, é justamente por esse motivo que as empresas costumam enfrentar problemas de orçamento e cronograma quando optam por essa abordagem.

Por que escolher a metodologia ágil?

Confira alguns dos benefícios que a metodologia ágil pode oferecer para as empresas:

Flexibilidade: A metodologia ágil é muito mais flexível do que a abordagem tradicional. Durante o trabalho, se os membros de sua equipe sentirem que precisam fazer mudanças em seus produtos ou processos, o gerenciamento ágil permite que eles façam isso.

Transparência: No gerenciamento ágil de projetos, todas as decisões e planos são transparentes, e, portanto, todos os membros da equipe e até mesmo os clientes, podem ser envolvidos na tomada de decisões e mudanças.

Espaço para feedback e melhorias: Empresas que utilizam a metodologia tradicional para desenvolver seus projetos devem planejar tudo desde o início e precisam concluir todas as tarefas dentro de um tempo pré-determinado e critérios de orçamento. 

Na prática, isso significa que você não pode permitir alterações significativas com base no feedback que podem atrasar a entrega do produto.

Satisfação do cliente: Os clientes desempenham um papel vital na estrutura ágil, pois a metodologia se concentra mais em atender às expectativas do cliente, aceitando seus comentários após cada iteração. 

No ágil, o trabalho é entregue constantemente aos clientes finais e os seus feedbacks considerados.Procurando uma contabilidade para empresas de tecnologia? Conheça a Attentive Contabilidade, entre em contato conosco!

Insira seu e-mail para receber nossos artigos