Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica – tudo que você precisa saber!

A Nota Fiscal Eletrônica foi, sem dúvida alguma, uma das grandes novidades para os empreendedores, e veio com o advento da tecnologia e da era da internet.  Hoje, ela já é uma grande conhecida no mundo do comércio.

Entenda mais sobre essa ferramenta e descubra por que ela é tão necessária!

Tenha em mente que, ainda que a NFe já não seja mais uma novidade, ainda há muitos empreendedores que não compreendem a totalidade do seu uso.

Quais são os benefícios da NFe?

Bom, para o empreendedor que já está no mercado há algumas décadas, a NFe pode nunca ser tão eficaz quanto a Nota Fiscal mais antiga. Isso depende, é claro, de uma série de fatores, que inclui o ponto de vista individual de cada um.

Mas isso não significa que ela seja menos útil que a sua contraparte em papel, muito pelo contrário! Significa, na verdade, que essa tecnologia não conquistou a todos de primeira, e demorou um pouco a permear nas camadas de empreendedores mais velhos.

O fato é: essa tecnologia é obrigatória, e o seu uso deve se tornar um hábito para quem deseja empreender. O motivo? Simples, cada vez mais, novas regras compõem a utilização da Nota Fiscal Eletrônica, e não adotá-las representa uma irregularidade.

Adeus papel, olá Nota Fiscal Eletrônica!

A NFe funciona quase como um documento de identidade de determinado produto vendido. Ou seja, para uma empresa vendê-lo, precisará emitir as notas fiscais eletrônicas regularmente, principalmente com o advento do CEST.

CEST – mais uma regra para a Nota Fiscal Eletrônica!

Você deve estar se perguntando o que é  esse tal de CEST. A sigla representa o Código Especificador da Substituição Tributária, regulamentado a partir do convênio ICMS 92/15 , que deverá englobar produtos onde a substituição tributária é aplicável.

O CEST é um código composto por sete dígitos, e deverá estar presente nas notas fiscais de produtos que possibilitem a substituição tributária.

Obrigatório a partir do próximo dia 1 de abril, o CEST impossibilitará comerciantes que não estejam cadastrados no sistema de vender.

Você pode conferir A tabela do CONFAZ para verificar quais produtos se enquadram na substituição tributária.

Também é a partir da NFe que um cliente consegue comprovar que comprou um determinado produto.

Isso não significa, porém, que atividades comerciais pararam de gerar notas fiscais em papel. Isso ainda acontece!

A NFe possui benefícios a serem obtidos, como:

  • Maior organização;
  • Poucas chances de haver perdas;
  • Total regularidade para as vendas;
  • Terreno preparado para o CEST;
  • Armazenamento digital por cerca de 180 dias.

Dessa forma, fica claro que a Nota Fiscal Eletrônica representa uma oportunidade muito melhor para os empreendedores, mas veja só: é preciso ter cuidado! A contabilidade para NFe se faz necessária. Mas, por quê?

Contabilidade para Nota Fiscal Eletrônica – por quê?

Como mencionado, a Nota Fiscal Eletrônica serve como um comprovante de regularidade para que determinado negócio continue a promover suas atividades comerciais, isto é, vender.

Isso significa que o seu negócio estará em uma boa situação perante a Receita Federal.

A Contabilidade também se faz importante para o armazenamento das notas fiscais eletrônicas, já que o contador já está pronto para realizar esse tipo de serviço, possuindo servidores e conhecimento para manter a situação do seu negócio em ordem.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Attentive!

Sucesso e até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *